quarta-feira, 7 de maio de 2008

Como se formam e se movimentam os furacões?

Como se formam e se movimentam os furacões?
Furacões, como o Dean, que esta semana causou dezenas de mortes no Caribe, e colocou o México em estado de alerta, são tempestades tipicamente tropicais. A pesquisadora Ana Maria de Avila, da Universidade de Campinas (Unicamp), explica que o fenômeno ocorre quando a temperatura da água do oceano está acima de 26ºC
"O calor e a umidade fornecidos pelas águas mais quentes dos oceanos tropicais e o movimento de rotação da Terra, fazem com que a tempestade comece a girar, reunindo forças para se tornar um furacão."
Ela ainda explica que, no hemisfério sul, os furacões giram no sentido horário. Já no hemisfério norte, a tempestade gira no sentido oposto. "Onde o furacão se forma, os ventos convergem de diversas direções e tendem a subir, dando origem à tempestade", explica a pesquisadora.
"As tempestades são dinâmicas e por isso se deslocam na atmosfera. Os furacões não são diferentes, deslocam-se sobre as águas mais aquecidas onde vão se alimentando com o calor latente de condensação, sua principal fonte de energia. Eles se deslocam por águas mais quentes, e, quando chegam ao continente ou a águas mais frias, se desfazem."
Foi o que aconteceu com o Dean. Ao chegar à península de Yucatán, no México, a tempestade - então classificada na categoria 5, a mais destruidora entre os furacões - perdeu forças e reduziu-se rapidamente à categoria 1.

7 comentários:

Vinicius disse...

professor o meu outro blog deu problema então eu criei esse novo http://www.epacodageografia.blogspot.com/

Vinicius Henriques de Freitas 8°RB

Marcella disse...

Como vc pediu que quem desse uma lida aqui deixasse um comentário, estou deixando!
Interessante saber sobre os furacões, nunca havia lido
nada sobre isso !
Ah prô, fiquei super feliz ao ler aquele jornalzinho, Mundo, e perceber que estava entendendo melhor alguns assuntos pq aprendi os conceitos básicos em aula. A relaçao da Glasnost e do modelo chines de abertura economica com Cuba, por exemplo, deu pra entender melhor por causa da prova de conhecimentos sobre China e das aulas sobre Guerra Fria. A prova sobre a Índia também ajudou
a entender a matéria do Paquistao...Enfim, é muito boa essa sensaçao de estar utilizando o que se aprende =]
Beijosss!
Marcella 3˚D

Giovanna Gimenez disse...

Professor Jorge , eu já postei o meu blog aqui , porém , ele desapareceu , e ,como não sei se você já recebeu ou não o meu blog resolvi mandar novamente apenas para conseguir confirmar que o senhor viu o meu Blog.

Giovanna Gimenez-nº11-8º RB

www.geomundo8rb.blogspot.com

Obrigadaa.

Anônimo disse...

Ah que saudadeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee...

Ja faz um tempão que eu não passava aki pra te deixar uma beijoka e dizer BRIGADÃO por td meu kirido professor!!!

Tassya

Anônimo disse...

Poxa, to tão tristinha, hj foi a ultima aula...aula oficial cm vc disse né!!
Prô, não pense que te deixarei em paz, em pouco tbm vc se tornou mt especial pra mim...

Se cuida, e se lembrar de um livro bem politico-economico, me diz Ok!!

Bjão

Tassya

Valeria Banhara disse...

Prof Jorge
Gostei muito do texto sobre furacões eles aumentaram meus conhecimentos sobre o assunto. Muito obrigada! Valéria Banhara

Anônimo disse...

simply stopping by to say hey